Investindo em startups pelo Broota

Oportunidades exclusivas · Mesmos termos do líder · Invista a partir de R$1.000

Comprometido em startups

Startups captando

Investimento médio

Sindicatos ativos

Como investir pela plataforma

Investidor anjo

1. Preencha seu perfil de investidor

Informe seus mercados de interesse, sua experiência e quanto pretende investir nos próximos 3 anos.

Lista de startups

2. Apoie um Sindicato ou encontre startups captando

Reserve seu lugar para investir com alguns dos principais investidores anjos do país.

Lista de diligência

3. Faça sua lição de casa


Avalie os principais aspectos da startup, acesse os materiais de captação, conheça os demais investidores.

Confirmação de investimento

4. Confirme sua reserva de investimento

Clique em "Investir" no perfil da startup e siga os passos recomendados.

Quero começar a investir

Por que investir através de sindicatos

Acesso às melhores startups

Os empreendedores mais preparados procuram investidores inteligentes que possam ajudar com sua experiência e rede de relacionamentos; mas entre estes, primeiro eles vão em busca daqueles que investem com frequência, são gente fina e podem aportar rapidamente uma boa parte do capital desejado.

Os sindicatos possibilitam que um maior número de investidores, mesmo aportando quantias menores, consigam acessar as startups mais disputadas. Como os investimentos são agrupados em um único veículo – uma Sociedade de Propósito Específico – os empreendedores têm um único ponto de contato, mas dezenas de pessoas comprometidas com seu sucesso.


Termos mais favoráveis

Mesmo investindo a partir de R$1.000, os investidores via SPE conseguem negociar termos mais favoráveis pois investem em bloco. Em especial, têm o direito de preferência pro-rata em novas rodadas de financiamento, o que lhes garante que não serão forçadamente diluídos no futuro e poderão continuar investindo naqueles negócios que demonstrarem alto crescimento.


Governança Ativa

É comum os sindicatos possuírem assento no Conselho da startup ou terem uma relação próxima com os empreendedores, o que facilita o acompanhamento do negócio e a prestação de contas para todos investidores.

Perfil do Investidor Anjo

Retorno financeiro não é a única motivação


Além do retorno do capital, o investidor-anjo está atrás de empresas capazes de entregar inovações que avancem a humanidade; em busca de empreendedores que admire e estejam fazendo coisas realmente interessantes; e na procura de temas apaixonantes que lhe permita crescer como indivíduo e como profissional.


Aloca até 10% do portfólio em no mínimo 10 startups


O investimento em startups tende a seguir uma lei de potência na qual a melhor empresa do portfólio irá valer mais do que todo o restante somado. Por isso, investidores-anjos sabem que precisam diversificar ao máximo seu capital e ainda guardar recursos para aportar em novas rodadas de investimento das startups de melhor desempenho.


Agrega valor às empresas investidas


Diferente do investidor de bolsa, o investidor-anjo aporta capital diretamente na startup e procura ajudar os empreendedores na medida do possível, seja conectado com pessoas-chave da indústria ou potenciais clientes; compartilhando conhecimento em aspectos relevantes do negócio; ou simplesmente servindo como embaixador da empresa no seu círculo de relacionamentos.

Perguntas frequentes sobre investimentos em startups

Como são formalizados os investimentos?

Os investidores investem em uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), que por sua vez investe na startup. Os investidores recebem um Título de Dívida emitido pela SPE, cujo pagamento se dá em ações da startup investida.

Para cada Titulo de Divida adquirido pelo investidor, a SPE assina um contrato vinculado com a startup, de forma que em qualquer evento de liquidez, este contrato é automaticamente cedido para o investidor, que passa a ter direito sobre as ações da startup.

Como tenho retorno com o investimento?

Não há como definir um retorno exato para investimentos em startups. Muitas delas vão morrer e outras tendem a demorar um longo tempo para proporcionar qualquer tipo de ganho. Entretanto, se a empresa crescer, o investimento irá acompanhar esse progresso. Se houver pagamento de dividendos, o investidor receberá sua parte correspondente aos lucros distribuídos. Se a empresa for vendida para uma organização maior ou para uma firma de investimento, o investidor receberá sua parcela da venda - um retorno sobre o investimento por acreditar logo no início nesta empresa.

Que informações devo esperar da empresa após concluída a captação?

As empresas publicam atualizações sobre seu desempenho em um fórum exclusivo para investidores a cada quatro meses, no mínimo. As startups são apenas obrigadas a comunicar os indicadores de resultado que informaram no momento da captação. Entretanto, é do interesse dos empreendedores manter um relacionamento transparente com seus investidores e atualizá-los sobre o progresso do negócio periodicamente.

Como é definido o valuation da empresa?

Cada startup define sua própria valoração, seja ela através de um fluxo de caixa livre descontado; utilizando-se de comparativos com outras empresas semelhantes; ou qualquer metodologia que o empreendedor prefira. O importante é que este valuation seja calibrado com as expectativas do mercado em que a startup atua e com o estágio em que ela se encontra.

Startups geralmente possuem valorização na faixa de um a cinco milhões de reais em fases iniciais de validação do negócio. Pelo Broota, apenas rodadas lideradas por investidores experientes são permitidas, pois acredita-se que tais investidores têm maior chance de precificar corretamente o valor da empresa.